CAVERNA
Porque escrever é ato de libertação
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Ego (ista)

Fecha a quinta
A conta, garçom,
A ponta que afronta,
A fronha ou o Bourbon
A tonta devolve para o mar
É cedo, não vou delongar.
Devolve esse dia
Porque a sanidade (ou a ansiedade)
Ou a dignidade de hoje se foi
E, me disseram: não vão voltar.
Amanhã não tem nada de sexta

Veja:

Hoje fui hoje e amanhã
Precisarei de energia para me reinventar
Porque hoje sou um pouco da maluquice
E amanhã, estou um tanto afim...

sou assim

Projeto sem começo, meio ou final

Afinal

Eu sempre pensei em mim.
Valdir Lopes
valdirfilosofia
Enviado por valdirfilosofia em 03/02/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários